Jacarezinho ganha coleta seletiva de resíduos sólidos

Written by on 6 de dezembro de 2018

Assessoria

A medida irá contribuir para o controle permanente do Aedes aegypti

A cidade de Jacarezinho, no Paraná, tem adotado diversas medidas no combate ao Aedes aegypti. O município, que é um dos mais afetados pelo problema no estado, agora ganha mais uma inciativa que contribuirá para o controle permanente do risco de epidemias de dengue. A partir desta sexta-feira (7) a coleta seletiva de lixo passará a ser feita em diversos bairros.

A ação é da Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente e conta com o apoio da Secretaria Municipal da Saúde e da empresa Forrest Brasil Tecnologia Ltda; que já é conhecida dos moradores da região por realizar trabalhos para combater a proliferação do inseto transmissor do vírus da dengue. “A Forrest tem como principal objetivo colaborar com as autoridades locais na implementação de medidas a curto, médio e longo prazo que culminem em um controle perene e sustentável do mosquito Aedes aegypti”, ressalta o coordenador científico da Forrest Emerson Soares Bernardes.

De acordo com o secretário municipal de Agricultura e Meio Ambiente, Carlos Alberto Lopes, Jacarezinho gera atualmente 25 toneladas de lixo por mês e todo esse lixo vai para aterro sanitário. “Com a coleta seletiva, estimamos que incialmente pelo menos 30% desse resíduo será reciclado, reduzindo assim o impacto ambiental. A população já está mobilizada e quer contribuir, o que faltava era organizar esse processo. Com essa coleta, tenho certeza de que os moradores de Jacarezinho irão participar ativamente na separação adequada do resíduo gerado. Todos têm um papel fundamental no descarte seletivo.” Lopes destaca ainda que a iniciativa irá gerar renda e emprego para cooperativas de recicladores.

Para conscientizar a população sobre a importância da coleta seletiva, a Forrest tem realizado um mutirão, em parceria com o Rotary Club, Interact Club, Compracam e as secretarias municipais de Agricultura e Meio Ambiente e Saúde. “Mais de 200 residências já foram visitadas. Nessa abordagem, explicamos como funcionará a coleta seletiva e orientamos sobre a separação dos resíduos sólidos. Também entregamos panfletos com essas informações e um imã de geladeira com todo o cronograma do caminhão de coleta, especificando dias, horários e bairros”, explica o biólogo e gerente operacional da Forrest Rodrigo de Oliveira.

O secretário municipal da Saúde Marcelo Nascimento Silva afirmou que esse é um trabalho muito significativo para a cidade, pois “a redução do acúmulo de resíduos sólidos irá impactar positivamente para reduzir dois problemas de saúde enfrentados atualmente, a proliferação do mosquito da dengue e do escorpião”.

Confira o cronograma da coleta seletiva



Current track
Title
Artist

Background