Como preparar o filho que vai para escola pela primeira vez?

Escrito por em 10 de janeiro de 2019

Hoje eu venho de maneira especial e carinhosa, conversar com os pais que matricularam o filho numa escola pela primeira vez.

Normalmente, esse momento é delicado tanto para a criança quanto para os pais, podendo gerar ansiedade e até uma dificuldade de adaptação se não fizermos uma devida preparação com a criança para este início.

Uma coisa importante para gente pensar é que, desde os primeiros dias de vida, a criança se adapta e aceita a rotina que lhe é imposta. Grande parte das vezes, as atividades da criança são interligadas às da mãe, que organiza os horários e regras que contribuem para seu desenvolvimento.

Com a necessidade de colocar a criança na escola,a rotina da criança muda completamente. Horários diferentes dos habituais, pessoas diferentes daquelas da sua convivência diária e ainda um ambiente novo pode se tornar um problema de adaptação não só para ela como também para os pais. Por isso, o processo de adaptação pode ser difícil, principalmente porque ele vai mexer com a rotina da criança e vai leva-la a novas adaptações.

Alguns pais se angustiam muito quando a criança chora ao ser levada para a escola. Mas isso, é super normalnas primeiras semanas, até ela conhecer bem o ambiente. Entretanto, embora seja normal, não significa que todas as crianças vão chorar, principalmente se ela for preparada para o ingresso na escola.

Uma dica para ajudar na adaptação a esse novo ambiente, é levar a criança antes para conhecer a escola junto com os pais. Essa pode ser uma boa oportunidade para mostrar para ela o espaço e explicar o que vai acontecer, que elas irão aprender coisas novas, vão brincar, vão conhecer outras crianças e ter novos amiguinhos e que vão passar apenas um período na escola, depois vão sempre retornar para casa, assim ela entende que não será abandonada na escola, mas que todas as crianças vão por um período e retornam para suas casas.

No primeiro dia, a presença dos pais, ou um dos pais, é muito importante para mostrar que aquele ambiente é seguro e confiável. E apesar de ser difícil para os pais verem o filho chorando, não querendo ficar, eles devem ser firmes e tentar não desistir de deixar a criança na escola no momento do choro. Outra dica, é esperar que ele se acalme e não o entregar a força às professoras. A escola deve ser vista como um lugar legal, divertido, e o entendimento disso deve acontecer também com os pais.

A maioria das escolas promovem um período de adaptação, onde um dos pais permanece um tempo com a criança na escola e participa de algumas atividades junto com ela, para que se sinta mais confiante. Outras, fazem uma adaptação gradativa quando as crianças são menores, os pais levam-nas nos primeiros dias por uma hora, depois duas, e vão aumentando gradativamente, até que estejam adaptadas à rotina e às novidades, pessoas e ambientes.

Para terminar, uma orientação que acho pertinente, é que os pais estejam de olho no comportamento dos filhos durante as primeiras semanas de aula. Algumas crianças podem sofrem mais com o ambiente escolar e não se adaptam facilmente, podendo ter comportamentos diferentes dos habituais, podem ficar mais agressivas ou mais recuadas, defensivas e com medo. E caso esses sintomas persistam pode ser interessante buscar acompanhamento psicológico.

 A entrada na escola, deve ser para os pais ainda que, fiquem com o coração apertado, mais uma fase da vida do filho, no entanto, uma fase muito importante, já que o ambiente escolar proporciona independência e contribui muito para o desenvolvimento das crianças.

Para mais conteúdo sobre Psicologia acesse minhas redes:

 Instagram: @psioptimamente

Facebook: @psi.optimamente

Twitter: @PsiOptimamente

Whatsapp: (43) 99827-0154

Se desejar me fazer uma pergunta, você pode entrar em contato comigo também pelo e-mail:contatooptimamente@gmail.com

Um forte abraço,

Simoni Cavazzana

Psicóloga CRP 08/25691


Opinião dos leitores

Deixe uma resposta


Educadora 90.9

Jacarezinho

Current track

Title

Artist

     Uma Emissora da Rede Educadora de Comunicação e Evangelização.

Background